Av. Ataulfo de Paiva, 245 - 6º andar - Salas 601 a 605 – Leblon/RJ – CEP: 22440-032
+55 21 3995-4325

Petróleo fecha em alta após dados positivos de estoques nos EUA

Reservas americanas caíram em 6,866 milhões de barris na semana passada para 445,476 milhões de unidades, segundo dados divulgados nesta quinta-feira (08) Os contratos futuros do petróleo fecharam em alta, apagando as perdas vistas mais cedo após a divulgação dos dados oficiais de estoques americanos da commodity, que indicaram uma queda bem maior do que a esperada nas reservas, indicando uma forte demanda no período de férias de verão dos EUA.

O contrato do petróleo Brent para setembro fechou em alta de 0,93%, a US$ 74,12 por barril na ICE, em Londres, enquanto o do WTI para agosto subiu 1,02%, a US$ 72,94 por barril na Bolsa de Mercadorias de Nova York. O índice dólar DXY, que normalmente tem correlação negativa com a commodity, recua 0,27%, a 92,391 pontos.

Ambas as referência do petróleo operavam em queda no começo do dia, estendendo as perdas dos últimos dias em meio aos temores de que a falta de um acordo entre os membros da Organização dos Países Exportadores de Petróleo e aliados (Opep) para elevar a produção possa levar alguns dos países a descumprir o acordo de corte de produção do ano passado.

Na manhã desta quinta-feira (08), porém, os dados oficiais de estoques de petróleo do Departamento de Energia dos EUA (DoE) indicaram que as reservas americanas de petróleo caíram em 6,866 milhões de barris na semana passada, para 445,476 milhões de unidades. A queda superou a expectativa dos analistas consultados pelo “The Wall Street Journal”, de queda de 3,9 milhões de barris no período.

Os estoques de gasolina também recuaram bastante, anotando queda de 6,075 milhões de barris, e também superando a expectativa, de queda de 2,1 milhões de unidades. Os estoques de gasolina dos EUA totalizaram 235,497 milhões de barris na semana passada.

Os dados indicam uma demanda forte por combustível na temporada de férias de verão dos EUA. O relatório do DoE também indicou que a demanda por gasolina subiu em 870 mil barris diários, a 10,043 milhões.

Apesar do dia positivo, ambas as referências do petróleo seguem em vias de fechar a semana com perdas de mais de 2,5%, após os tombos sofridos nas duas últimas sessões.

Fonte: Valor Online

Related Posts