Av. Ataulfo de Paiva, 245 - 6º andar - Salas 601 a 605 – Leblon/RJ – CEP: 22440-032
+55 21 3995-4325

Interesse dos Estados pode barrar a venda da Gaspetro

A Petrobras deu 30 dias para os governos dos Estados e a Mitsui informarem se têm interesse em comprar sua participação nas distribuidoras estaduais de gás natural nas quais são sócias. Pelo menos dois – Bahia e Sergipe – já decidiram que vão ficar com as ações da empresa estatal. Na Bahia, o maior mercado consumidor da região Nordeste e um dos maiores do País, a participação da petrolífera na distribuidora foi definida em R$ 540 milhões, “valor extremamente baixo”, segundo o governo do Estado. A posição dos governadores atrapalha os planos da Compass, do grupo Cosan, que fechou acordo para adquirir a participação da Petrobrás nas distribuidoras de gás natural. A conclusão do negócio entre a Petrobrás e a Compass não agradou o mercado. A interpretação é que, se concluída a venda, o monopólio estatal será substituído pelo privado e a promessa de baratear o gás não será cumprida.Além da Bahia, o governo de Sergipe já havia informado à Petrobrás a intenção de aumentar sua presença na Sergas e deve reiterar sua posição à petrolífera nos próximos dias. O governo do Maranhão disse não ter sido informado do acordo de venda. O Piauí foi comunicado, mas ainda está definindo o posicionamento. Os demais 15 Estados, procurados pela Coluna, e a Petrobrás não responderam.

 

Fonte: O Estado de S.Paulo / coluna do Broadcast

Related Posts