Av. Ataulfo de Paiva, 245 - 6º andar - Salas 601 a 605 – Leblon/RJ – CEP: 22440-032
+55 21 3995-4325

Há relação de alta de importação de GNL com crise hídrica, diz subsecretário

O subsecretário de Inteligência e Estatísticas de Comércio Exterior, Herlon Brandão, disse que a importação de GNL aumentou com a crise hídrica e é um dos fatores que pode ter influenciado a alta das importações brasileiras tanto no último mês, como para o ano. A Secretaria revisou a projeção de importações para o ano de US$ 202,2 bilhões, previstos em julho, para US$ 210,1 bilhões. Com a incerteza do cenário de abastecimento, o combustível, que alimenta as termelétricas do país, poderá continuar pressionando a balança comercial. “Não temos como precisar o tamanho do impacto da nossa necessidade futura por combustíveis importados. Na medida em que se continue consumindo das termelétricas, essa importação de combustíveis vai continuar”, informou o subsecretário ao divulgar os dados da balança comercial de setembro. Apenas no mês passado, as importações cresceram 51,9% e chegaram a US$ 19,962 bilhões. Já as exportações cresceram 33,3% e somaram US$ 24,284 bilhões. Isso representou um superávit de US$ 4,322 bilhões.

 

Fonte: UOL / Estadão Conteúdo

Related Posts