Av. Ataulfo de Paiva, 245 - 6º andar - Salas 601 a 605 – Leblon/RJ – CEP: 22440-032
+55 21 3995-4325

Vendas de etanol hidratado recuaram no país em abril, mostra ANP

De acordo com dados da ANP, foram vendidos 1,367 bilhão de litros de etanol hidratado em abril, 8,4% menos que em março — quando as vendas reagiram depois que o forte aumento da gasolina anunciado pela Petrobras levou os motoristas a procurarem a alternativa renovável. Em relação a abril do ano passado, quando a situação da pandemia era mais grave, as vendas de abril de 2022 ainda foram 10% menores. Os preços da gasolina continuaram subindo nas bombas em abril, mas a alta do biocombustível foi ainda maior. Assim, em importantes Estados consumidores, a correlação entre os preços de ambos superou 75%, acima da paridade de 70% que torna o etanol mais vantajoso. Boa parte das usinas só retomou a moagem de cana na segunda quinzena do mês, atrasando a entrada da oferta da nova temporada.

Com isso, o pêndulo do consumo voltou-se para o lado do combustível fóssil. O etanol hidratado foi o único combustível de veículos leves que perdeu demanda em abril. As vendas da gasolina no mesmo mês subiram 19% na comparação anual, resultando num aumento das vendas do ciclo Otto perto dos 10%. Agora, a preocupação é com o desempenho das vendas de maio, mês que costuma ter um ritmo de negociações mais aquecido. Os relatos das distribuidoras, porém, indicam que as vendas de combustíveis em geral, e de etanol hidratado em particular, foram mais fracas no mês. Os dados de vendas das usinas do Centro-Sul na primeira quinzena de maio já anteciparam parte dessa tendência, com retração de 24% das vendas de hidratado e de 4,9% no caso do anidro (aditivo da gasolina).

 

Fonte: Valor Online – 31/05/22

Related Posts