Av. Alm. Barroso, 52 - sl 2002 - Centro- RJ
+55 21 3995-4325

Petróleo WTI fecha em alta, mas se afasta de máximas com dados da Opep

Os contratos futuros de petróleo subiram na quinta-feira (14) ao maior patamar em duas semanas, ainda amparados por dados divulgados nesta semana que mostram uma firme queda nos estoques da commodity nos Estados Unidos. Contudo, os futuros chegaram ao fim da sessão fora das máximas do dia, pressionados por números que revelaram produção recorde do óleo bruto no país.

O petróleo WTI com vencimento em julho teve alta de US$ 0,25, ou 0,4%, para US$ 66,89 o barril. É o maior patamar desde 31 de maio. Já os preços do petróleo Brent tiveram um desempenho bem pior e fecharam em queda de 0,80%, a US$ 75,94 o barril.

Analistas argumentam que a queda do spread entre os dois contratos se deve apenas a um ajuste técnico, com o mercado à espera da reunião entre membros da Opep, na próxima sexta-feira (22) e sábado (23), em Viena, Áustria.

Há temores de que os países concordem em reduzir o corte da produção global acertado 18 meses atrás. A Arábia Saudita indicou mais cedo que um aumento na produção seria “inevitável”. E a Rússia afirmou que a produção poderia ser elevada em até 1,5 milhão de barris por dia.

 

Fonte: Valor Online

Notícias relacionadas