Av. Alm. Barroso, 52 - sl 2002 - Centro- RJ
+55 21 3995-4325

Petróleo fecha em queda com piora da percepção de risco

Os preços do petróleo fecharam em baixa na quarta-feira (23), piorando o sinal depois que Wall Street passou a oscilar em baixa, em meio a temores relacionados aos efeitos de uma maior paralisação do governo americano (o chamado “shutdown”). Investidores preferiram adotar uma postura mais cautelosa também antes da divulgação de dados de estoques da commodity nos Estados Unidos.

Em Nova York, o WTI (março) fechou em baixa de 0,74%, a US$ 52,62 o barril. Em Londres, o Brent (março) recuou 0,59%, para US$ 61,14 o barril.

O sentimento otimista que impulsionou o mercado de petróleo durante as três primeiras semanas de 2019 teve uma grande pausa nesta semana, com os preços em baixa na terça (22) e dando sequência hoje à trajetória negativa.

Enquanto autoridades de governos e executivos se reúnem no Fórum Econômico Mundial, em Davos, nesta semana, o Fundo Monetário Internacional alertou para os riscos econômicos em todo o mundo. “Vimos desânimo e melancolia saindo

de Davos”, afirma Phil Flynn, da Price Futures, em Chicago. “Referências à desaceleração do crescimento estão por toda parte.”

Entre as preocupações expressas em Davos estão a disputa comercial entre EUA e China, a saída do Reino Unido da União Europeia (UE) e a desaceleração da economia chinesa. O FMI reduziu sua previsão de crescimento econômico global para 2019 a 3,5%, de 3,7% em outubro passado.

“O mercado de petróleo acompanha de perto as expectativas em relação ao crescimento econômico, e as preocupações com a paralisação das negociações comerciais entre EUA e China pesaram sobre os preços ontem”, disse Norbert Ruecker, diretor de estratégia macro e para commodities do Julius Baer.

Oferta

A Energy Information Administration informou na terça-feira esperar que a produção de xisto dos EUA aumente apenas 63 mil barris por dia em fevereiro, a menor taxa de crescimento em nove meses.

“O aumento da volatilidade dos preços [em grande parte do quarto trimestre de 2018] provavelmente fez pouco para dar suporte ao aumento da atividade de perfuração. Enquanto isso, o número de poços perfurados, aumentou em 218 ao longo do mês de dezembro, totalizando um recorde de 8.594”, diz Warren Patterson, chefe de estratégia para commodities do ING Bank.

 

Fonte: Valor Online

Related Posts

Leave a reply

Você precisa fazer o login para publicar um comentário.