Av. Alm. Barroso, 52 - sl 2002 - Centro- RJ
+55 21 3970-1001/3970-1008

Joint-venture investe US$ 700 milhões em térmica a gás em Macaé

Prevista para entrar em operação em 2022, usina usará gás do pré-sal a ser fornecido pela Shell

A joint-venture formada por Pátria Investimentos, Shell e Mitsubishi Hitachi Power Systems (MHPS) investirá cerca de US$ 700 milhões – aproximadamente R$ 2,8 bilhões – para a construção e operação da termelétrica a gás natural Marlim Azul, em Macaé, no Norte do estado do Rio de Janeiro. O empreendimento vendeu energia em dezembro de 2017, por meio da Shell Energy Brasil, sócia na joint-venture com 29,9%. A Pátria possui 50,1% da composição acionária e a MHPS, detém 20%.

Marlim Azul, com 565 MW em potência instalada, foi o primeiro projeto vencedor dos leilões de energia com gás do pré-sal brasileiro e entrará em operação em 2022, disponibilizando ainda energia adicional a ser vendida no mercado livre. O gás será fornecido pela Shell.

O presidente da petroleira no Brasil, André Araújo, disse que este é um passo fundamental na diversificação do portfólio da Shell no Brasil e abre espaço para a monetização do gás do pré-sal, uma das principais preocupações das empresas que atuam nos campos de produção.

A turbina a gás será fornecida pela MHPS e tem a expectativa de despacho de mais de 80%, o que permitirá complementar a intermitência da geração renovável com a exploração das reservas de gás natural do pré-sal. No pico da construção da planta, o número de empregos diretos criados poderá chegar a 1.500.

 

Fonte: Brasil Energia

Notícias relacionadas

Deixe uma resposta

Você deve ser logado postar um comentário.