Av. Alm. Barroso, 52 - sl 2002 - Centro- RJ
+55 21 3995-4325

FGV desautoriza consultor que fez plano para gás natural a pedido de Guedes

A FGV cobrou explicações do consultor Marco Tavares pela “utilização indevida” do timbre da instituição em slides. O material  foi apresentado em workshop do MME (Ministério de Minas e Energia), realizado em 29 de abril de 2019.

O consultor é um dos autores da proposta de abertura do setor de gás apresentada ao governo e elaborada a pedido do ministro Paulo Guedes (Economia), ainda em 2018. Tavares foi convidado a participar do projeto pelo professor Carlos Langoni, ex-presidente do Banco Central.

O material está disponível no site oficial do MME, identificado como se fosse de autoria da FGV.

O uso do material no workshop foi questionado pela Abegás. No documento encaminhado, a associação pergunta se a FGV “reconhece a autoria do material usado” e se existe ligação de Tavares com a instituição. Em resposta ao pedido de explicações, a FGV afirmou que “não reconhece a autoria da versão da apresentação Novo Mercado de Gás Natural no Brasil” disponibilizada no portal do MME. Diz, ainda, que Tavares não tem ligação com a instituição. Por sua vez, o consultor disse que foi convidado pela equipe do MME para apresentar as sugestões encaminhadas pelo Centro de Economia Mundial, ligado à FGV, ao governo federal. Tavares substituiu Langoni, que não foi ao evento. “As opiniões emitidas durante o seminário eram as minhas pessoais como Gas Energy e não necessariamente as da FGV. […] Em resumo ao acima exposto, não falei em nome da FGV nem tive a intenção de usar o seu logo além do objetivo explícito de substituir o convite feito ao Professor Langoni e a pedido deste para apresentar as sugestões “, diz o documento. Tavares é sócio-fundador da Gas Energy.  Como ele mesmo definiu à FGV, trata-se de “uma empresa que presta consultoria na área de gás natural, tendo como clientes mais de uma centena de grandes empresas de todos os elos da cadeia de gás”.

Leia mais

https://www.poder360.com.br/economia/fgv-desautoriza-consultor-que-fez-plano-para-gas-natural-a-pedido-de-guedes/

 

Fonte: Poder 360

Notícias relacionadas