Av. Alm. Barroso, 52 - sl 2002 - Centro- RJ
+55 21 3970-1001/3970-1008

Governo autoriza empresas a atuarem no mercado de gás natural

Para incentivar a abertura de novos agentes no mercado de gás natural, uma série de companhias receberam aval para atuar no Brasil. Com as autorizações as empresas poderão, por exemplo, participar de chamadas públicas para transporte por gasodutos e comercializar o combustível.

A entrada de novos agentes de gás natural ganhou impulso no governo de Jair Bolsonaro. Em 23 de julho, o presidente lançou oficialmente o programa “Novo Mercado de Gás”. Trata-se de uma série de medidas com intuito de quebrar o monopólio da Petrobras no setor e promover mudanças nas regulações estaduais.

A Braskem –subsidiária da Odebrecht–, a Gerdau, a Equinor e a Brasoil receberam aval para atuar na atividade de carregamento de gás. As empresas poderão participar de chamadas públicas para contratação da capacidade de gasodutos, como da oferta do Gasbol. O gasoduto entre a Bolívia e o Brasil deve ser ofertado pela Petrobras até 2021.

Já as petroleiras BP Energy e Total receberam autorização para comercializar gás natural. A Golar Power, que opera no setor de GNL (Gás Natural Liquefeito) também poderá negociar contratos de compra e venda do combustível.

As negociações de comercialização e transporte de gás são regulamentados pela ANP. Cabe ao órgão analisar também as negociações entre as companhias e dar aval para a celebração dos contratos.

 

Fonte: Poder 360

Notícias relacionadas