Av. Alm. Barroso, 52 - sl 2002 - Centro- RJ
+55 21 3970-1001/3970-1008

As três usinas a gás vencedoras do leilão A-6

Três projetos de usinas térmicas a gás estão entre os vencedores do leilão A-6 realizado na sexta-feira (18). Ao todo, os investimentos nessas usinas chegam a R$ 2,02 bilhões, com uma potência instalada total de 734,13 MW, cerca de 25% da capacidade viabilizada no leilão.

A maior planta é a UTE Novo Tempo Barcarena, no Pará. A usina com capacidade de 604,5 MW será construída no Pará, pela Centrais Elétricas Barcarena (Celba), da Golar Power, com um investimento de R$ 1,5 bilhão. A nova usina será abastecida por GNL, importado por meio do Porto de Vila do Conde, onde a Celba vai instalar um terminal de regaseificação.

No Maranhão, a Eneva emplacou o projeto Parnaíba VI. A usina tem capacidade instalada de 92,3 MW e representa um investimento estimado de R$ 470 milhões. “As obras estão previstas para começar em 2022, e o início do contrato, em janeiro de 2025”, informou o CEO da Eneva, Pedro Zinner. “Este é mais um projeto de eficiência energética para o crescimento da nossa capacidade de geração e, também, para os resultados da companhia”.

O projeto da Eneva fechou contrato de 70 MW médios com inflexibilidade operacional sazonal de 50%, o que garante uma receita anual fixa de R$ 85,3 milhões para a companhia. O fornecimento do gás virá dos campos da empresa na Bacia do Parnaíba, sem necessidade de aumento na capacidade diária de produção de 8,4 milhões de m3/d. Isso acontece, porque Parnaíba VI é o fechamento de ciclo da usina Nova Venécia 2.

A terceira usina a gás entre os vencedores do Leilão A-6 é a UTE Prosperidade II, em Camaçari, na Bahia. A usina com 37,3 MW de capacidade é um projeto da Imetame. A empresa do Espírito Santo vai investir R$ 121,8 milhões na planta. Com isso, a companhia passará a gerar 65,3 MW na região, onde já funciona a UTE Prosperidade I. O projeto vai gerar energia na modalidade gas-to-wire, a partir dos campos onshore de Cardeal Nordeste e Cardeal Amarelo, localizados também em Camaçari.

 

Fonte: Brasil Energia

Notícias relacionadas