Av. Alm. Barroso, 52 - sl 2002 - Centro- RJ
+55 21 3970-1001/3970-1008

Gasmig: Para ajudar em tempos de coronavírus, redução no preço do gás veicular pode chegar a 10%

“A redução do preço do gás dá poder de competitividade no mercado interno e externo com o que produzem em Minas Gerais”, diz presidente da Gasmig

O gás industrial e o gás natural veicular estão mais baratos em todo o Estado. A Companhia de Gás de Minas Gerais (Gasmig) reduziu em 5% o valor cobrado das indústrias e aproximadamente 6% do GNV. A medida, de acordo com o presidente da entidade, visa auxiliar as empresas diante do momento de crise causada pela pandemia de coronavírus.

Os reajustes (para cima ou para baixo, dependendo da cotação do dólar) são realizados a cada três meses. A expectativa da Gasmig é que a redução chegue a 10% em maio, quando haverá nova data base.

“A redução do preço do gás dá poder de competitividade no mercado interno e externo com o que produzem em Minas Gerais. E, automaticamente, têm condição de manter os empregos, que é uma grande preocupação neste momento. A redução do preço do gás dá poder de competitividade no mercado interno e externo com o que produzem em Minas Gerais. E, automaticamente, têm condição de manter os empregos, que é uma grande preocupação neste momento”, explicou o presidente da Gasmig, Pedro Magalhães.

Na segunda (23), o governador Romeu Zema (Novo) anunciou que a medida é uma das adotadas pelo estado para o enfrentamento do novo coronavírus. A redução no preço do gás industrial e também para clientes de GNV foi uma delas. A expectativa é dar alívio nas despesas de taxistas e motoristas de aplicativo. De acordo com o presidente da Gasmig, 8% dos carros em todo o estado circulam com gás natural.

Fonte: G1

Notícias relacionadas