Av. Alm. Barroso, 52 - sl 2002 - Centro- RJ
+55 21 3995-4325

Governo de SP prorroga suspensão de cortes de fornecimento de gás e água para pessoas de baixa renda até o dia 31 de julho

De acordo com o governador João Doria (PSDB), acordos com a Sabesp, Comgás, GasBrasiliano, Naturgy, que já valiam desde de março, foram prolongados devido a pandemia de coronavírus.

O governo de São Paulo anunciou nesta quarta-feira (3) a prorrogação da suspensão de cortes de fornecimento de gás e água natural até o dia 31 de julho devido a pandemia de coronavírus. De acordo com o governador João Doria (PSDB), acordos com a Sabesp, Comgás, GasBrasiliano, Naturgy, que já valiam desde de março, foram prolongados. A extensão da não interrupção no fornecimento de energia ainda está sendo negociado pelo estado.

“O governo de São Paulo garante a não interrupção no fornecimento de água, gás e luz até 31 de julho das comunidades e das pessoas de baixa renda que circunstancialmente não tenham a oportunidade de pagar as suas contas. Elas estarão protegidas pelo entendimento, pela negociação do governo do estado de são Paulo com os concessionários destes serviços”, disse Doria.

“O governo negociou, por exemplo, com a Sabesp e com empresas fornecedoras de gás natural, Comgás, GasBrasiliano e Naturgy, o compromisso de não interromperem esses serviços essenciais para clientes inadimplentes até 31 de julho deste ano”, completou.

No dia 19 de abril, o governo de São Paulo anunciou que iria suspender a cobrança da tarifa social de água da Sabesp para 506 mil famílias, a medida começou a valer no dia 1º de abril e teve validade de 90 dias. Quanto ao fornecimento de gás, a gestão estadual fechou um acordo no fim de março com a empresa de fornecimento de gás encanado Comgás para suspender todos os cortes de fornecimento no estado até o dia 31 de maio de 2020.

 

Fonte: G1

Related Posts