Av. Alm. Barroso, 52 - sl 2002 - Centro- RJ
+55 21 3995-4325

Sergas segue com expansão do gás natural canalizado para os sergipanos

Visando cada vez mais expandir o atendimento e, ao mesmo tempo, beneficiar a sociedade sergipana com a utilização do gás natural canalizado, a Sergas tem realizado uma série de obras estruturantes de ampliação da rede e ligações em diversos clientes residenciais e comerciais, beneficiando-os com combustível leve, contínuo, de menor custo e que menos polui.

As obras estão acontecendo em várias frentes e localidades, em Aracaju e no município de São Cristóvão. Na sexta-feira (30), por exemplo, a companhia finaliza a ampliação e ligação na Avenida Etelvino Barreto de Mendonça, no bairro Inácio Barbosa, e até o final do ano, a Sergas irá realizar várias obras como esta no bairros Santa Maria, Farolândia, Jardins, Inácio Barbosa e Suíça.

Interiorização

O presidente da Sergas, Valmor Barbosa, lembra que o cumprimento do cronograma preestabelecido pela companhia, representa mais um passo para a interiorização, possibilitando que a população do município de São Cristóvão, no bairro Rosa Elze, passe a contar com o gás natural. “Esta obra de ampliação é muito importante, pois além de cumprir um cronograma de trabalho planejado pela diretoria executiva da companhia, coincide com a orientação do governador Belivaldo Chagas, de implementarmos, cada vez mais, a interiorização do gás natural canalizado”, pontua.

A obra no Rosa Elze consiste na construção de cerca de 3,3 quilômetros de rede, atendendo ao segmento residencial e abrindo possibilidades para o atendimento comercial, como postos de combustíveis e outros comércios existentes na região. “Vale frisar que esta é a primeira intervenção realizada no bairro nesse modelo e que ajudará a interiorizar o gás natural canalizado na região. A partir deste serviço a Sergas  atenderá um número expressivo de pessoas no município, já que abrange sete condomínios, com um total de 1.648 apartamentos, proporcionando comodidade, segurança e menor custo do gás natural canalizado à cerca de mais de 6.000 pessoas”, finaliza.

Segundo o engenheiro Victor Barbosa, em todas as obras que estão sendo realizadas pela Sergas é utilizada a técnica de método não destrutivo, que ocasiona menor impacto na pavimentação da região, gerando também um grande aumento na produtividade, pois, em média, são implantados cerca de 100 metros de tubos de rede por dia. No método tradicional, dificilmente se consegue esta produção, além de causar danos difíceis de reparação no pavimento. “Com método utilizado pela Sergas que é de furo direcional, além de preservar o pavimento, trazemos um menor  transtorno ao transeuntes, tendo o canteiro da obra maior organização, segurança e sinalização”, explica Victor.

 

Fonte: Sergas / Comunicação

Related Posts