Av. Ataulfo de Paiva, 245 - 6º andar - Salas 601 a 605 – Leblon/RJ – CEP: 22440-032
+55 21 3995-4325

Transportadoras de combustíveis do Sudeste ameaçam parar atividades

Transportadoras de combustíveis e derivados de petróleo de Minas Gerais, São Paulo, Rio de Janeiro e Espírito Santo anunciaram que estão em estado de greve e podem paralisar as atividades a qualquer momento, em protesto contra a suspensão das atividades essenciais nos Estados do Sudeste.

De acordo com o presidente do Sindtanque-MG, Irani Gomes, os transportadores já sofriam com o aumento nos preços dos combustíveis e da carga tributária e estão em situação financeira bastante fragilizada.

Gomes acrescentou que a categoria não recebeu nenhum auxílio de governo, apesar de exercer uma atividade essencial.

“A categoria pede que o governo tenha sensibilidade de trazer algum auxílio emergencial. Se o governo não se conscientizar, nós não conseguimos mais continuar com nossas atividades”, afirmou Gomes. O sindicalista disse que os tanqueiros podem paralisar as atividades a partir da semana que vem se não houver resposta dos governos, o que pode causar o desabastecimento de postos de combustíveis. De acordo com o sindicato, o auxílio pode vir como redução do ICMS sobre combustíveis, redução de taxas, entre outras alternativas.

Em Minas, o sindicato volta a se reunir com o governo estadual na semana que vem para discutir sobre a reivindicação da categoria de redução do ICMS do diesel de 15% para 12%. A categoria entrou em greve no dia 25 de fevereiro para reivindicar a redução da carga tributária de combustíveis. No dia 7 de março, os tanqueiros suspenderam a greve por 21 dias enquanto

negociam a redução do ICMS do diesel com o governo do Estado. A reunião da próxima semana ainda não tem data marcada.

 

Fonte: Valor Online

Related Posts