Av. Ataulfo de Paiva, 245 - 6º andar - Salas 601 a 605 – Leblon/RJ – CEP: 22440-032
+55 21 3995-4325

Consumo de energia cresce 1,1% em fevereiro, aponta EPE

De acordo com dados divulgados pela EPE, o consumo de energia elétrica no Brasil em fevereiro deste ano registrou uma alta de 1,1% em relação ao mesmo mês do ano anterior, totalizando 41.214 GWh. Considerando o acumulado dos últimos 12 meses, a demanda foi de 475.909 GWh, representando uma queda de 1,1%, em comparação ao período anterior. Entre as regiões geográficas, o Nordeste apresentou um crescimento de 3,1% na demanda, e o Sudeste teve uma alta de 2,1%. Em contrapartida, o Norte registrou uma queda de 2,8%, o Centro-Oeste regrediu 1,1% e o Sul, -0,6%. A classe industrial apresentou a maior taxa de crescimento do consumo para o mês de fevereiro desde 2011, com alta de 4,4%.

O aumento do consumo na indústria segue sendo puxado pelas regiões Sul e Sudeste. Desde dezembro de 2020, as duas regiões estão se alternando na liderança dos índices de crescimento. Enquanto isso, a classe residencial registrou um aumento de 3,4% no consumo, puxado pelas regiões Nordeste e Sudeste. Por outro lado, a classe comercial continua apresentando queda no consumo de energia elétrica em fevereiro, com decréscimo de -7,3%. Ainda assim, o percentual é menor do que a média dos últimos 12 meses.

O setor de comércio e serviços continua sendo o mais afetado pelas medidas restritivas impostas pela pandemia. Todas as regiões do país tiveram recuo no consumo de energia da classe. A região Norte foi a mais impactada, com uma retração de -15,5%. Quanto às modalidades de contratação de energia, o mercado livre apresentou crescimento de 8,3% no mês, enquanto o consumo cativo das distribuidoras diminuiu 2,5%.

Fonte: EnergiaHoje

Related Posts