Av. Ataulfo de Paiva, 245 - 6º andar - Salas 601 a 605 – Leblon/RJ – CEP: 22440-032
+55 21 3995-4325

Assinatura de contrato para importação de gás natural da Bolívia para MT é adiada

O contrato já havia sido assinado em 2019 pelo governo estadual, com o fornecimento de 1,5 milhão de metros cúbicos de gás natural mensalmente pelo empresa boliviana.

A assinatura de um contrato entre o governo de Mato Grosso e a Companhia de Gás e a Yacimientos Petrolíferos Fiscales Bolivianos (YPFB) para importar gás natural para o estado foi adiada para 1º de junho. A viagem estava prevista para esta quinta-feira (27).

Agora, o contrato tem duração de 5 anos e pode ser prorrogado pelo mesmo período.

A assinatura do contrato estava prevista para ocorrer nesta quinta-feira (27), em Santa Cruz de La Sierra (Bolívia), mas foi adiado porque a comitiva, composta por três secretários estaduais e outros diretores pode ficar “presa” no país até a constatação de que não estão com Covid-19. A nova data ainda não foi definida, conforme assessoria do governo estadual.

Devem ir até a Bolívia para a assinatura do contrato os secretários Mauro Carvalho (Casa Civil), Rogério Gallo (Fazenda), César Miranda (Desenvolvimento Econômico), o presidente da MTGás, respectivamente, Rafael Reis, o diretor-administrativo e financeiro da autarquia, Toco Palma, o tenente-coronel PM Ricardo de Almeida, o assessor de Comunicação do Gabinete de Governo, jornalista Lucas Rodrigues, e a assessora de Assuntos Internacionais da Casa Civil, Rita de Cássia Chiletto.

 

Fonte: G1 / MT

Related Posts