Av. Ataulfo de Paiva, 245 - 6º andar - Salas 601 a 605 – Leblon/RJ – CEP: 22440-032
+55 21 3995-4325

Petrobras vai aumentar gasolina e gás em 7,2% nas refinarias

Depois de 58 dias sem reajustes, a Petrobras aumentou em R$ 0,20, o equivalente a 7,2%, os preços do litro da gasolina em suas refinarias. A estatal também anunciou uma alta na mesma proporção, de 7,2%, para o gás liquefeito de petróleo (GLP), o gás de cozinha. Os reajustes são válidos desde o último sábado (09).

Com a alta, o preço médio de venda da gasolina da Petrobras, para as distribuidoras, passará de R$ 2,78 para R$ 2,98 por litro.

Segundo a estatal, considerando a mistura obrigatória de 27% de etanol anidro na gasolina que é comercializada nos postos, a parcela da Petrobras no preço da bomba passará a ser de R$ 2,18 por litro em média, aumento de R$ 0,15 por litro.

Pelas estimativas da consultoria Stonex e Abicom, o reajuste da Petrobras é insuficiente para eliminar a defasagem dos preços da gasolina praticados pela estatal, em relação ao preço de paridade de importação (PPI). Segundo a Stonex, a estimativa é de que a defasagem da gasolina caiu praticamente pela metade, para cerca de R$ 0,20 por litro.

GLP

Já o GLP não era reajustado há 95 dias. Desde o sábado (09), o preço médio de venda do GLP da Petrobras, para as distribuidoras, passou de R$ 3,60 para R$ 3,86 por quilo, o equivalente a R$ 50,15 pelo botijão de 13 quilos (P13).

A estatal justificou que os reajustes refletem parte da elevação dos preços internacionais do petróleo, impactados pela oferta limitada frente ao crescimento da demanda mundial, e da taxa de câmbio.

 

Fonte: Valor Online

Related Posts