Av. Ataulfo de Paiva, 245 - 6º andar - Salas 601 a 605 – Leblon/RJ – CEP: 22440-032
+55 21 3995-4325

Transparência e Compliance: MSGÁS adere a programas de prevenção e integridade

Presente no lançamento da 2º etapa do PMSI (Programa MS de Integridade) e do PIM (Programa de Integridade Municipal), nesta quarta-feira (17), durante evento realizado pelo Governo do Estado, Controladoria-Geral do Estado e TCE-MS (Tribunal de Contas do Estado de MS), com a presença do Ministro da Controladoria-Geral da União, Wagner de Campos Rosário, a MSGÁS (Companhia de Gás do Estado de Mato Grosso do Sul), que já implementou o PMSI, também foi um dos órgãos estaduais que aderiu ao PNPC (Programa Nacional de Prevenção à Corrupção (PNPC) do TCU (Tribunal de Contas da União) e avança no caminho da ética, integridade e transparência da gestão pública.

A companhia participou respondendo o questionário autoavaliativo, com mais de 40 perguntas, disponibilizado na plataforma on-line ‘e-Prevenção’, que tem como objetivo auxiliar as organizações públicas a diagnosticarem sua suscetibilidade à corrupção e melhorarem seus sistemas institucionais de prevenção.

Com propósito de maximizar os resultados, de acordo com o assessor de gestão de risco e conformidade, Paulo Henrique Antello, por possuir um programa de conformidade moderno e ativo, a MSGÁS pode negociar com grandes empresas de renome nacional e internacional que possuem elevado grau de exigência de compliance.

“Além de ter a segurança de operar de acordo com a legislação pertinente às suas atividades, o programa reduz o risco de corrupção, lavagem de dinheiro e outras práticas inadequadas à luz do nosso programa de conformidade/compliance”, pontuou Antello.

Para o Ministro da Controladoria, Wagner de Campos Rosário, Mato Grosso do Sul vem se destacando nacionalmente com o Programa de Integridade, “a gente sabe que, onde a corrupção não é sancionada ela cresce, então se você tem um mecanismo de detectar e entender quais são os problemas é possível criar medidas preventivas. O Estado vem fazendo a sua parte, hoje realiza a segunda fase da implantação e a gente parabeniza Mato Grosso do Sul pela iniciativa.”

Seguindo as exigências da Lei das Estatais (13.303), que estabelece uma série de mecanismos de transparência e governança, foram implantadas práticas que aprimoram a transparência e integridade da gestão pública na MSGÁS e, com isso, a companhia vem fortalecendo as estruturas de prevenção à corrupção. Cumprindo suas exigências legais, a empresa passa a ser referência em transparência em Mato Grosso do Sul.

Durante o evento, o governador de Mato Grosso do Sul, Reinaldo Azambuja, destacou os principais objetivos para a criação do programa de controladoria. “Queremos obter boas práticas do serviço interno, que é a transparência; criar metodologias para ter o cuidado com o serviço e servidores públicos; Inovar com transparência e fazer com que os processos digitalizados tenham assiduidade ao contribuinte dentro do nosso programa que disponibiliza nas plataformas digitais. Tudo é um conjunto de fatores que a gente tem que buscar a integridade e principalmente o treinamento de todas as secretarias, autarquias e fundações com as boas práticas do serviço público.”, pontuou.

Programa de Integridade MSGÁS  Por ser uma companhia de capital misto, a MSGÁS parte do preceito básico de Conformidade/Compliance o tripé prevenção, detecção e resposta, em outras palavras, educação e promoção de um ambiente ético, monitoramento de atividades e, em último caso, atitudes corretivas e compensatórias. Além de resultar em uma maior integração, a gestão ética estreita laços internamente e resulta em maior confiança de negociações. O programa tem plena adesão das instâncias decisórias que se colocaram como facilitadores para a equipe a fim de conquistar e estabelecer uma relação de confiança com clientes, fornecedores, investidores e parceiros.

 

Fonte: MSGÁS / Comunicação

Related Posts