Av. Ataulfo de Paiva, 245 - 6º andar - Salas 601 a 605 – Leblon/RJ – CEP: 22440-032
+55 21 3995-4325

Sob Mubadala, Atvos vai investir R$ 350 milhões e entrar no mercado de biometano

A Atvos (ex-Odebrecht Agroindustrial) vai entrar na onda do biometano. A empresa controlada pelo Mubadala – fundo soberano de Abu Dhabi – anunciou aporte de R$ 350 milhões para construir sua fábrica no segmento no município de Nova Alvorada do Sul (MS), onde já controla a usina Santa Luzia, produtora de etanol.

Em outubro do ano passado, quando o Mubadala adquiriu os 10% que a Novonor ainda detinha da Atvos, a companhia anunciou que investiria R$ 1,6 bilhão em suas operações no Brasil. Além do biometano, estão no radar da empresa de etanol de milho e de combustível de aviação sustentável (SAF, na sigla em inglês).

A fábrica de biometano terá capacidade anual para produzir 28 milhões de metros cúbicos de gás a partir de vinhaça e torta de filtro, resíduos do processo industrial da cana-de-açúcar. A expectativa da Atvos é iniciar as obras ainda em 2024.

“A implantação da fábrica de biometano na Unidade Santa Luzia (USL) marcará a entrada da Atvos no mercado de gás natural de origem renovável, com o diferencial de produzi-lo em larga escala para atender uma demanda que não para de crescer”, disse, em nota, Bruno Serapião, CEO da Atvos.

A usina Santa Luzia tem capacidade para moer 5,5 milhões de toneladas de cana-de-açúcar por safra e produzir 498 milhões de litros de etanol, além de gerar 376 GWh de energia elétrica. Em Mato Grosso do Sul, a Atvos também é dona da unidade Eldorado, em Rio Brilhante, e a unidade Costa Rica, no município homônimo.

Em todo o país, a Atvos opera oito unidades industriais, com capacidade para produzir 3,3 bilhões de litros de etanol, 750 mil toneladas de açúcar e cogerar 4,2 mil GWh de energia elétrica a partir de biomassa.

Fonte: InfoMoney

Related Posts