Av. Alm. Barroso, 52 - sl 2002 - Centro- RJ
+55 21 3995-4325

Petrobras perde R$ 500 mil por dia sem Reduc, afirma Sindpetro

O prejuízo da estatal pode ser ainda maior, com a importação dos derivados de alto valor agregado para suprir o fornecimento. Também há interrupção na produção de gasolina e diesel. O Sindpetro prevê uma retomada na produção dentro de cinco a 10 dias. Os sindicalistas ainda acusam a empresa de aumentar em 20% a operação na unidade, sobrecarregando os equipamentos.

Segundo o presidente do Sindpetro de Duque de Caxias, José Simão Zanardi, o incêndio atingiu a casa de bombas, prejudicando seis equipamentos. “Em agosto, a carga da unidade passou de 5 mil metros cúbicos por dia para 6 mil, um aumento de 20%, na tentativa de evitar as importações. Desde então, tem acontecido os acidentes. Os equipamentos, bombas, compressores e torres não suportam a carga”, explicou Zanardi.

A Reduc é responsável por 10% da produção de refino no País, com o processamento de 240 mil barris de óleo cru por dia. “Além de perder R$ 500 mil por dia, a empresa terá que importar mais. Os produtos gerados na unidade abastecem, por exemplo, a indústria de cimento, o que pode gerar um impacto”, avalia.

O executivo também alerta para as condições de trabalho. “Os trabalhadores farão um movimento para não retornar sem condições que garantam a segurança. A empresa vai querer recomeçar ativando bombas substitutas, para não parar a operação durante os reparos”, diz. Desde novembro, acidentes têm acontecido nas refinarias da estatal. Na ReMan, em Manaus, três operários ficaram feridos após um incêndio. Já na Regap, no Paraná, um incêndio deixou a unidade paralisada por mais de 20 dias.

 
Fonte: DCI

Related Posts