Av. Alm. Barroso, 52 - sl 2002 - Centro- RJ
+55 21 3970-1001/3970-1008

Nordeste: Economia com GNV pode variar  de 44% a 58% conforme Estado

No Nordeste, o estudo da Abegás analisa seis estados que possuem abastecimento com os três combustíveis: Alagoas, Bahia, Ceará, Paraíba, Pernambuco, Rio Grande do Norte e Sergipe.

Em Alagoas, o custo por quilômetro rodado com GNV é de R$ 0,17. Já o da gasolina passou de R$ 0,34 para R$ 0,36 e do etanol subiu de R$ 0,37 para R$ 0,41. Em uma projeção para quem roda 2.500 km, os veículos movidos a GNV podem poupar de R$ 458 (em substituição à gasolina) a R$ 598 (em substituição ao etanol).

Economia semelhante acontece em Sergipe. O GNV custa R$ 0,17 por quilômetro rodado frente a R$ 0,35 da gasolina e a R$ 0,40 do etanol. Uma economia de 51% e 58%, respectivamente.

Já em Pernambuco, os consumidores com carros movidos a GNV podem economizar R$ 455 na substituição à gasolina e R$ 532, ao etanol.

Bahia, Paraíba e Rio Grande do Norte registraram cenários parecidos. Nos três estados o custo por quilômetro rodado com a gasolina é de R$ 0,35, o etanol varia entre R$ 0,38 e R$ 0,41 e o GNV entre R$ 0,18 e R$ 0,19. A competitividade do GNV nesses três estados vai de 47% a 55% se comparada aos demais combustíveis. Já o estado do Ceará registra uma economia que varia de 44% a 51%.

A metodologia do estudo é baseada na tabela média de preços divulgados pela ANP (Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis) registrados na terceira semana de janeiro. Como parâmetro, a Abegás utiliza os dados de consumo do Fiat Siena, fabricado com as três aplicações de combustíveis. Com ele é possível percorrer 13,2 km por metro cúbico de GNV, 10,7 km com gasolina e 7,5 km com etanol.

 

Fonte: Comunicação ABEGÁS

Notícias relacionadas