Av. Alm. Barroso, 52 - sl 2002 - Centro- RJ
+55 21 3995-4325

Novo contrato para gás boliviano deve ser negociado até março de 2020, afirma Victor Hugo Zamora

O governo interino da Bolívia pretende definir a comercialização de gás natural para o Brasil em março de 2020, afirmou à epbr o ministro de Hidrocarbonetos, Victor Hugo Zamora. O político, nomeado em novembro pela presidente interina, Jeanine Añez, garante que a prioridade é continuar desenvolvendo negócios no Brasil.

Zamorra se reuniu esta semana com o Ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque, com diretor diretor-geral da ANP, Décio Oddone, e também com diretora de Gás e Refino da Petrobras, Anelise Lara.

O político havia anunciado que o governo boliviano pretendia assinar o aditivo do contrato de venda de gás natural em 15 de dezembro. Posteriormente, a Petrobras negou essa versão.

O tempo adicional será usado para determinar os volumes não pagos e não consumidos pela Petrobras, além de estabelecer limites de volume e preço para a comprado gás produzido pela YPFB. Há, segundo Zamora, a possibilidade de estabelecer um contrato com critérios de delivery or pay ou take or pay.

Após fechar o aditivo com a Petrobras, haverá espaço para negociar o excedente com outras empresas que pretendem usar gás no Brasil, sobretudo no Centro-Oeste brasileiro, garante Zamora.

A imprensa boliviana divulgou nesta semana que a o governo boliviano deve propor a redução do volume de gás para uma margem entre 18 e 24 milhões de m³/dia.

“Há a possibilidade de estabelecer uma brecha diferente entre delivery or pay ou take or pay. Este é um dos temas que vamos trabalhar e que já praticamente está acordado na nova relação entre Petrobras e YPFB”, afirma.

Zamora também disse confiar que o próximo governo eleito na Bolívia vá honrar as negociações em curso com empresas brasileiras. Com a queda de Evo Morales, que fugiu para o México e agora busca asilo na Argentina, o governo de Jeanine Añez apresentou uma lei, aprovada em novembro, para realização de novas eleições, 120 dias após o restabelecimento de órgãos eleitorais.

Fonte: Epbr

Related Posts