Av. Alm. Barroso, 52 - sl 2002 - Centro- RJ
+55 21 3995-4325

Petrobras diz que corte na compra de gás natural é reação a queda na demanda

A Petrobras informou que, tendo em vista o impacto da pandemia do coronavírus e do choque no preço do petróleo, vem mantendo tratativas com os principais agentes da cadeia de gás natural com o intuito de reduzir os efeitos financeiros.

O esclarecimento foi feito a pedido da CVM, que indagou a empresa sobre a reportagem “Petrobras cortará compras de gás da Enauta e PetroRio”, do Valor.

Em relação ao contrato de compra de gás natural relativo ao Campo de Manati firmado com o consórcio Manati, formado pela Petrobras (35%), Enauta (45%), Brasoil Manati (10%) e Geopark Brasil (10%), a Petrobras enviou notificação de força maior, necessária em decorrência da redução estrutural da demanda de gás natural em todo mercado.

Segundo a empresa, a notificação ao consórcio Manati não foi comunicada ao mercado porque não envolve volume significativo de gás natural no portfólio da Petrobras, “além de não resultar em impacto econômico-financeiro relevante, visto que os montantes envolvidos são inferiores a R$ 30 milhões por mês”.

Fonte: Valor Online

Related Posts