Av. Alm. Barroso, 52 - sl 2002 - Centro- RJ
+55 21 3995-4325

Nova Lei do Gás facilitará desenvolvimento do mercado, diz associação

O aprimoramento da Lei do Gás pode facilitar o desenvolvimento e a expansão de todas as cadeias de gás do Brasil, de acordo com a avaliação de Rogerio Manso, presidente executivo da Associação de Empresas de Transporte de Gás Natural por Gasoduto (ATGás).

Segundo ele, o segmento de transporte tem papel fundamental na abertura do mercado de gás natural no país, viabilizando a real competição no suprimento da molécula, principal elemento de custo na formação do preço final do gás ao mercado.

Uma das bandeiras do atual governo, o projeto de lei de aprimoramento do marco regulatório do gás natural, está em trâmite no Congresso.

A articulação da ATGás está em linha com o processo de abertura do mercado de gás natural no país, que poderá reduzir o custo do insumo para as indústrias e contribuir para o desenvolvimento econômico do país.

Nesse sentido, a entidade divulgou a adesão de sua quinta associada: a GasOcidente do Mato Grosso (GOM), proprietária do trecho brasileiro do gasoduto Bolívia-Mato Grosso. Além dela, fazem parte da ATGás a Transportadora Associada de Gás (TAG), a Nova Transportadora do Sudeste (NTS), a Transportadora Brasileira Gasoduto Bolívia Brasil (TBG) e a Transportadora Sulbrasileira de Gás (TSB).

Juntas, as cinco empresas detêm mais de 9,4 mil km de dutos, interligados a 14 unidades de processamento de gás natural, suprindo 20 distribuidoras, por meio de 186 pontos de entrega e operando 32 estações de compressão.

Para Marcelo Zanattalha pelo interior do país, onde está grande parte da atividade agropecuária”, disse o executivo, em nota.

Fonte: Valor Online

Related Posts