Av. Ataulfo de Paiva, 245 - 6º andar - Salas 601 a 605 – Leblon/RJ – CEP: 22440-032
+55 21 3995-4325

Aggreko planeja investir em biomassa

A escocesa Aggreko decidiu ampliar sua atuação no mercado brasileiro e se tornar investidora no segmento de biogás para geração de energia elétrica.

A empresa está lançando ao mercado uma chamada para atrair projetos capazes de transformar biomassa de diferentes origens (aterros sanitários, agronegócio e indústria alimentícia, por exemplo) em biogás para geração de energia. Para a nova empreitada, reservou R$ 240 milhões – a execução de todo esse montante vai depender do resultado da chamada.

Segundo o diretor de vendas da Aggreko no Brasil, Hugo Dominguez, a iniciativa se encaixa num plano de diversificação do modelo de negócio: a companhia já oferece soluções de geração para o mercado de biogás e, agora, também quer realizar a venda da energia.

A iniciativa da Aggreko vem num momento do expansão do mercado nacional de biogás. No ano passado, o país registrou aumento de 22% no número de plantas, atingindo 675 unidades, segundo o CIBiogás. Já o volume de biogás produzido para fins energéticos cresceu 23%.

Apesar do potencial de crescimento, principalmente com resíduos do agronegócio, a participação do biogás na matriz energética brasileira ainda é relativamente baixa. Dados da associação Abiogás mostram que a produção nacional total alcança hoje 1,5 bilhão de metros cúbicos ao ano, representando 0,9% de participação na matriz.

Para Dominguez, uma das principais vantagens da geração a biogás é o fato de ela não ser intermitente como outras renováveis – ou seja, as usinas podem ser despachadas, assim como hidrelétricas e térmicas movidas a combustíveis fósseis.

 

Fonte: Valor Econômico

Related Posts