Av. Ataulfo de Paiva, 245 - 6º andar - Salas 601 a 605 – Leblon/RJ – CEP: 22440-032
+55 21 3995-4325

GasBrasiliano planeja investir cerca de R$ 200 milhões na região noroeste

Araçatuba é destaque no Estado de São Paulo com mais consumidores de gás natural canalizado, ficando atrás apenas de Ribeirão Preto e São Carlos, segundo mapeamento seguido pela GasBrasiliano, concessionária distribuidora do gás natural na região. O município conta com 5.097 consumidores, fatia que representa 15% do total de clientes atendidos pela GasBrasiliano.

Em 2020, foi distribuído o volume total de 17 milhões de m³ de gás natural na cidade, sendo 92,7% para o segmento Industrial, 3,2% para o residencial, 2,1% para o automotivo (gás natural veicular – GNV) e 2% para o segmento comercial. Em volume, a cidade representou aproximadamente 7% do total distribuído na região noroeste.

Dentre os consumidores, a maioria é de unidades residenciais (4.932), seguido por estabelecimentos comerciais (150), indústrias (14) e um posto revendedor de GNV, considerado a opção mais econômica dos combustíveis. “Até dezembro de 2021, há expectativa de incremento de cerca de 200 novos clientes em Araçatuba, o que inclui a previsão de ligação de novos edifícios residenciais e de unidades comerciais”, explica o diretor técnico-comercial da GasBrasiliano, Paulo Lucena. Araçatuba conta com gás natural canalizado desde 2003 e, já recebeu cerca de R$ 20 milhões em investimentos. São mais de 110 quilômetros de rede de distribuição de gás natural que passam por inúmeros bairros como Jardim Umuarama, Vila Estádio, Jardim Brasília, Vila São Paulo, Vila Mendonça, Centro, Jardim Nova Yorque, Saudade, Vila Santa Maria, Parque Baguaçu, Higienópolis, Jardim Sumaré, Jardim Icaray, Vila Aeronáutica, Vila Santo Antonio, Parque São José, Distrito Industrial, entre outros.

BENEFÍCIOS

Seguro, econômico e versátil, o gás natural canalizado traz diversos benefícios tanto para edifícios residenciais quanto para estabelecimentos comerciais. Além das aplicações convencionais como fornos, fogões e chuveiros, ele também pode ser usado em saunas e piscinas. No comércio, ele pode ser utilizado em processos de produção e finalização, em máquinas e equipamentos específicos.

A lista de estabelecimentos que podem contar com o gás natural canalizado é bastante variada e inclui restaurantes, padarias, hotéis, academias, salões de beleza, supermercados, lavanderias, entre outros. Uma das principais vantagens do combustível é não necessitar de estocagem, o que aumenta a segurança e elimina a preocupação se faltará gás, já que o fornecimento é de 24 horas por dia, todos os dias do ano.

INVESTIMENTOS FUTUROS

Para os próximos anos, a GasBrasiliano planeja investir cerca de R$ 200 milhões na região noroeste do estado. Há previsão de expansão da rede de distribuição em mais, aproximadamente, 250 quilômetros, chegando ao total de 1.417 quilômetros ao final de 2025. É estimado um incremento de cerca de 16 mil novos clientes na base de consumidores, que atualmente soma mais de 34 mil usuários de gás natural no noroeste paulista.

O plano contempla a saturação da rede em locais já atendidos, como Araçatuba, e atendimento a novos municípios. Além disso, há possibilidade de que o modelo do projeto Cidades Sustentáveis também seja replicado a diversas cidades da região noroeste, o que também pode impactar a região de Araçatuba.

O projeto é uma iniciativa inovadora do primeiro município com sistema de distribuição exclusivo de biometano no Brasil. Por meio da rede de distribuição que será construída pela GasBrasiliano, o biometano partirá da usina Cocal, localizada em Narandiba, e poderá atender residências, comércios, indústrias e veículos leves e pesados (com GNV) de Presidente Prudente e Pirapozinho.

“Como a região Noroeste do Estado é a que concentra a maior quantidade de usinas sucroalcooleiras de São Paulo, este modelo do Projeto Cidades Sustentáveis pode ser replicado a outras cidades, contribuindo com o aumento da participação do gás na matriz energética”, afirma Paulo Lucena.

 

Fonte: Folha da Região

Related Posts